San busca ampliar aproximação entre Governo Estadual e Federal

Aproximação institucional e debate de soluções importantes para Santa Catarina. Estes foram os objetivos da reunião entre o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles; e o Governador Carlos Moisés, na manhã desta segunda-feira (22), que aconteceu no Palácio D’Agronômica, articulada pelo secretário da SAN, Lucas Esmeraldino.

Entre as demandas, seguindo a solicitação do presidente Bolsonaro, trataram sobre a universalização do saneamento básico, assim como também da concessão do uso do Parque Ecológico do Córrego Grande, que o Governo de Santa Catarina defende que seja, de fato, municipal.

“Hoje nós encaminhamos muitas soluções para Santa Catarina. O ministro fez sugestões importantes para que possamos, em parceria com o Governo Federal, tocar grandes projetos a favor do nosso estado, como a questão das concessões e do novo marco regulatório do saneamento”, declarou Carlos Moisés.

Já o ministro Ricardo Salles, agradecendo a receptividade do governador Carlos Moisés, salientou que a parceria com o Governo estadual será fundamental para que o Brasil atinja a meta de universalização do saneamento básico.

“Essa é uma medida que nós vamos fazer em conjunto com o Governo. Nossa visita foi muito produtiva, feita em conjunto com o Executivo estadual, o município e a bancada federal. Essa é uma grande parceria em prol do Brasil”, disse o ministro.

A partir de agora, o secretário de Articulação segue trabalhando e acompanhando em Brasília, temas relevantes para o Estado, como as concessões e o novo marco regulatório do saneamento básico, além dos trâmites de cessão definitiva do Parque Ecológico do Córrego Grande, demanda esta, que também já foi avalizada pelo Presidente Bolsonaro.

“Esta é a nossa missão, unir Santa Catarina e o Brasil. Para isso, seguimos buscando e encaminhando soluções, para que o nosso Estado tenha respostas mais rápidas. E já estamos tendo resultados positivos. Acredito que vamos avançar, lutando pelo Pacto Federativo, para que os municípios tenham mais autonomia e nosso Estado fique menos sobrecarregado, sobrando mais para investir em educação, saúde, segurança e infraestrutura. Que sigamos assim, juntos e alinhados”, pontuou o secretário de Articulação, Esmeraldino, destacando que continuará batalhando por mais SC e menos Brasília.

Fonte: San/SC